Lipoescultura: Tire todas as suas dúvidas sobre!

Você sabe o que é a lipoescultura, quais são suas etapas, como ela funciona, quanto custa e se os planos de saúde cobrem? Descubra tudo aqui.

A cirurgia plástica está sendo cada vez mais procurada por aqueles que buscam uma maior beleza estética, principalmente as mulheres. Dentre esses procedimentos estéticos oferecidos pela cirurgia plástica está a lipoescultura. Mas você sabe o que ela é?

Tire todas as suas dúvidas neste artigo, sobre o que é a lipoescultura, como ela funciona, qual é o seu preço, e se os planos de saúde cobrem esse procedimento estético ou não. Confira!

Médico cirurgião plástico marcando com caneta as medidas no abdômen da paciente, antes de realizar a lipoescultura.

Muitos confundem a lipoaspiração com a lipoescultura, mas apesar delas se associarem, são cirurgias com finalidades diferentes. Portanto, para iniciar, trouxemos aqui o que é a lipoescultura, veja.

O que é a lipoescultura?

A lipoescultura é uma cirurgia plástica que tem por objetivo melhorar o contorno corporal, deixando o corpo mais curvilíneo, ao retirar a gordura localizada de uma determinada região do corpo, e reposicioná-la em um local mais desfavorecido, como os glúteos.

O procedimento estético deve ser realizado por um cirurgião plástico reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC) e que possua CRM. Podendo ser feito tanto em homens, quanto em mulheres que desejem um corpo mais contornado.

Como é realizada a lipoescultura?

São dois os procedimentos estéticos realizados na lipoescultura, a lipoaspiração e a lipoenxertia. Entenda melhor cada um deles:

  • 1º Lipoaspiração:

Primeiro, o paciente escolhe qual é a parte do corpo em que ele tem excesso de gordura e deseja retirar, geralmente o abdômen. A partir disso, será feito a lipoaspiração da gordura em excesso localizada naquele local por meio de uma cânula;

  • 2º Lipoenxertia:

Nesse tipo de cirurgia, a gordura retirada é reaproveitada e é utilizada em outras áreas do corpo. Portanto, após a retirada dela na lipoaspiração, será feita a purificação dessa gordura, e o paciente deverá escolher qual a área do seu corpo em que ele deseja aplicá-la como um enxerto de gordura, geralmente são os glúteos. E essa gordura será reaplicada por meio de seringas.

Dessa forma, a lipoescultura poderá trazer dois benefícios para o usuário, sem a necessidade de uma prótese de silicone. Mas, lembrando, essa cirurgia não é para emagrecer, e não deve ser encarada com essa finalidade, considerando que é retirada apenas a gordura localizada.

Quais são as regiões do corpo em que pode fazer lipoescultura?

Para a primeira etapa da lipoescultura, que seria a lipoaspiração, deve ser escolhida uma área em que há excesso de gordura, como abdômen, costas, flancos, coxas, entre outros.

Após a retirada da gordura, esse material passará pelo processo de centrifugação ou decantação, purificação e lavagem, para que seja reaplicado da forma mais limpa possível.

E para a segunda etapa, que é a lipoenxertia, a região para aplicar o enxerto de gordura deverá ser aquela que o paciente deseja um maior volume, como mamas e glúteos, ou, para uma melhor consistência da pele, como rosto e mãos.

Quais são as recomendações dos especialistas para a lipoescultura?

Para a realização de toda e qualquer cirurgia é indicado estar bem de saúde, para evitar complicações na hora, ou, que o paciente passe mal. Além disso, caso você seja fumante, deve não fumar ao menos duas semanas antes da cirurgia.

Por ser uma cirurgia plástica para fins estéticos, e de certo modo, invasiva, para a realização desse tipo de procedimento o paciente deverá ser maior de 18 anos.

Quais são as contraindicações dos especialistas para a lipoescultura?

Para evitar complicações cirúrgicas e um pós-operatório difícil, é contraindicado a realização da lipoescultura por portadores de patologias prévias, como diabetes, hipertensão, problemas pulmonares, doenças cardíacas, doenças autoimunes e demais outras doenças não controladas. Além de pacientes com infecções ativas, como gripe.

Como funciona o pré-operatório da lipoescultura?

Antes de toda e qualquer cirurgia é sempre realizado algumas consultas e exames médicos, para garantir que a sua saúde esteja em perfeitas condições para o procedimento. Nisso, há alguns cuidados que devem ser tomadas antes da cirurgia, no pré-operatório. Veja quais são eles:

  • Evitar ingerir bebidas alcoólicas 48 horas antes da cirurgia;
  • Não usar nenhum medicamento sem orientação médica;
  • Não ingerir nenhum medicamento que contenha Ácido Acetil Salicílico (AAS, Bufferin, Aspirina), Ginseng, Ginkobiloba ou qualquer outro fitoterápico, na semana anterior a cirurgia;
  • Fazer jejum de no mínimo 12 horas antes do procedimento;
  • Evitar uso de jóias, maquiagem pesada, bijuterias (incluindo piercings) e esmaltes de cores escuras, no momento da cirurgia;
  • Ir para o hospital com roupas fáceis de vestir e calçados baixos, no dia da cirurgia.

Quais são os cuidados que devem ser tomados no pós-operatório da lipoescultura?

A cirurgia dura em torno de 1 a 2 horas, e normalmente, não é necessário o internamento do paciente. Entretanto, há alguns cuidados que devem serem tomados após a cirurgia, no pós-operatório. Veja quais são eles:

  • Repouso nos primeiros dias, com moderação;
  • Não fazer esforços grandes nos primeiros 10 dias;
  • Toma as medicações receitadas ou recomendadas pelo médico;
  • Trocar os curativos e higienizar a área com frequência;
  • Usar a cinta modeladora por pelo menos 45 dias, e retirar apenas para o banho;
  • Não pressionar os enxertos;
  • Realizar sessões de drenagem linfática.

Os pontos da cirurgia deverão ser retirados entre 7 a 14 dias, deixando cicatrizes mínimas de aproximadamente 5 milímetros. Enquanto as atividades normais do dia-a-dia, só poderão ser retomadas a partir de 21 a 30 dias após a cirurgia.

E o preço? Você sabe quanto custa uma lipoescultura? Descubra a seguir.

Quanto custa uma lipoescultura?

Ao se planejar para uma lipoescultura, valor é um ponto importante para manter em mente! Há uma série de fatores que compõem o preço e devem ser levados em consideração.

Fatores esses como a clínica em que será realizado o procedimento, quem será o cirurgião plástico, a acomodação, a quantidade de locais a serem tratados durante o procedimento estético, o tipo de anestesia que será utilizada, além de todas as consultas e exames médicos que deverão ser realizados.

Devido a esses fatores, o valor da lipoescultura pode variar entre R$ 3 mil a R$ 5 mil, em áreas de pequeno porte, podendo chegar até R$ 20 mil, em casos mais complexos. A dica é, pesquise!

Os planos de saúde cobrem lipoescultura?

Na verdade, não. Segundo o ROL da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), os planos de saúde não obrigados a cobrirem cirurgias plásticas para fins estéticos, apenas aquelas que tem o objetivo de reparação, como a cirurgia de reconstrução de mama.

Entretanto, os planos de saúde podem cobrir as consultas e exames médicos, que sempre são realizados no pré e pós-operatório.

E por fim, agora que você já sabe tudo sobre a Lipoescultura, que tal cuidar da sua saúde? Faça uma cotação conosco, e encontre um plano de saúde ideal para você;)